"De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto."
RUI BARBOSA

sábado, 7 de maio de 2011

85- Dificuldades com a Matemática e TDAH

Por Amy Platt

Crianças com TDAH geralmente apresentam dificuldades acadêmicas. Um estudo indica que 71% das crianças com TDAH também apresentam uma dificuldade de aprendizagem (Mayes & Calhoun, 2006). O mesmo estudo divide as dificuldades de aprendizagem em subtipos e indica que 26% das crianças com TDAH têm uma dificuldade específica com a matemática. Esses achados sugerem que precisa ser estabelecido um entendimento mais profundo das relações entre TDAH e dificuldades com a matemática.

Há diferentes modos de ver o relacionamento que existe entre o TDAH e as dificuldades com a matemática. Uma delas, é examinar as implicações comportamentais que o TDAH tem no aprendizado em classe. Talvez, as crianças com TDAH não sejam capazes de processar a linguagem das instruções em classe e, assim, ficam atrasadas em matemática. Esta explicação tem algum mérito; entretanto não parece explicar a totalidade do problema. Outra explicação, que tem sido discutida recentemente em pesquisa, é o papel que desempenham a memória de trabalho, a função executiva e a desatenção. Diversos estudos e pesquisas estão tentando separar estes diferentes componentes cognitivos para desenvolver uma teoria sobre o porquê do TDAH e as dificuldades com a matemática serem tão intimamente relacionados (Swanson & Beeb-Frankenberger, 2004. Fuchs et al., 2005, Fuchs et al., 2006).

84- O que é a Dificuldade com a Matemática?

Por Amy Platt
Os números estão em toda parte. Habilidades com a matemática são necessárias para o funcionamento diário na sociedade atual. Saúde, transporte, dinheiro e preparação do alimento são exemplos de habilidades com a matemática intrínsecas às nossas rotinas diárias. Entretanto, o desenvolvimento das habilidades matemáticas não é fácil para todas as crianças. Algumas têm dificuldade para desenvolver o senso de número logo no início do seu desenvolvimento cognitivo. Nesse caso, elas parecem demorar mais para diferenciar entre os valores de dois números e continuam a usar habilidades imaturas de contar, tal como contar nos dedos, por vários anos escolares (Gersen, Jordan & Flojo, 2005).

Além da dificuldade com o senso dos números, algumas crianças têm dificuldade para dominar os fatos básicos da adição, subtração, multiplicação e divisão. Sua lembrança desses fatos matemáticos para outros usos é mais lenta do que a dos seus colegas com desenvolvimento normal (Swanson & Beebe-Frankenberger, 2004). Ainda não há uma definição padrão de “dificuldades com a matemática”; entretanto, o senso de número e a fluência nos fatos são medidas geralmente usadas para ajudar a avaliar o grau de dificuldade matemática que uma criança esteja apresentando. Estudos indicam que de 4 a 7% da população em idade escolar apresentam alguma forma de dificuldade com a matemática (Fuchs et al., 2005)

83- TDAH e Dificuldades com a Matemática: Semelhanças Cognitivas e Intervenções no Ensino

Por Amy Platt

Resumo: Estudos indicam que de 4 a 7% da população em idade escolar sofrem de alguma forma de dificuldade com a matemática (Fuchs & Compton, 2005). Das crianças com TDAH, 26% têm uma dificuldade específica com a matemática (Mayes & Calhoun, 2006). Descobriu-se que crianças com TDAH têm fraquezas da memória de trabalho, que levam a dificuldade com problemas que envolvam a manipulação de informação verbal e não verbal (Martinussen & Tannock, 2006). Pesquisa recente abordou a conexão entre as fraquezas da memória de trabalho e as dificuldades com a matemática, especificamente com a aritmética, o conhecimento de algoritmos e a resolução de problemas. Swanson e Beebe-Fraser (2004) descobriram que a fraqueza da memória de trabalho contribuía para a dificuldade na solução de problemas matemáticos verbais, mais que somente o processamento fonológico. Entretanto, a memória de trabalho não foi o único fator correlacionado às dificuldades com a matemática e ao TDAH. A atenção é um significativo fator de previsão de fracas habilidades em aritmética, algoritmos e para solução de problemas matemáticos. Em particular, é significativa a incapacidade afastar os estímulos externos da memória de trabalho. A pesquisa concentrou-se em várias intervenções na tentativa de descobrir um modo de ensinar melhor as crianças com TDAH e dificuldades com a matemática. Reforço, incentivo ao uso de computador, instrução focalizada e o uso de medicação estimulante são os quatro métodos que podem funcionar para auxiliar as crianças a aumentar seu desempenho acadêmico.

O assunto será desenvolvido nas postagens 84, 85, 86 e 87, acima.