"De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto."
RUI BARBOSA

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

179- TDAH - Soluções para a distração


“Oh, isto parece interessante!”

Nós nos tornamos uma sociedade que persegue a gratificação instantânea. Não podemos esperar. Queremos saber. Necessitamos saber. Agora!
Infelizmente, a maioria da informação nova não é urgente e, talvez, nem mesmo importante. Entretanto, não treinamos nossos cérebros para lidar com o segundo passo: perguntar “Isto é urgente?”
Para superar a distração, você precisa desenvolver um padrão cerebral de dois passos:
1- Avalie a informação que chega.
2- Volte ao presente, se a informação não for urgente, ou mude seu foco para a nova informação se você julgar que ela tem alta prioridade.
Uma boa maneira de fazer isso é dar nota para a urgência e a importância de cada nova mensagem ou informação. Dê notas de zero a dez. Tudo que estiver acima de sete requer atenção imediata. Tudo que estiver em quatro, ou mais baixo, provavelmente poderá ser ignorado pelo tempo necessário.
Lembre-se de que a tecnologia pode nos ajudar: A maioria dos telefones celulares agora nos pergunta se queremos ouvir um e-mail de voz ou ler novo texto, agora ou mais tarde. Com e-mail você tem a opção de clicar, ou não, no pop-up que anuncia uma nova mensagem.


Por Paul Hammerness, M.D. e Margarete Moore

Um comentário: