"De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto."
RUI BARBOSA

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

305- TDAH também pode estar ligado a circunstâncias econômicas


O transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) pode não ter somente causas genéticas - ele pode ser induzido por circunstâncias sociais e econômicas. Isso foi indicado em um estudo britânico publicado no "Journal of Child Psychology and Psychiatry".

Pesquisadores da Universidade de Exeter analisaram os dados do estudo Millennium Cohort, que incluiu 19.500 crianças no Reino Unido. Ele mostrou que mais crianças portadoras de TDAH vinham de famílias abaixo da linha de pobreza do que observado na população geral.
A renda média familiar nas famílias com crianças portadoras de TDAH foi menor do que nas famílias sem crianças com TDAH. Pais que viviam em moradias sociais tinham uma probabilidade três vezes mais alta de ter um filho com TDAH em comparação com os pais residentes em casa própria. A escolaridade e a idade das mães também tiveram seu papel: os filhos de mães com diploma universitário e das mães mais velhas sofriam menos frequentemente de TDAH; os filhos de pais solteiros, mais frequentemente.
"Algumas pessoas acreditam que o TDAH em crianças traz desvantagens para a situação econômica da família, mas não encontramos nenhuma evidência dessa teoria", enfatizou a autora principal, Ginny Russell.

UNIVADIS - MSD

Nenhum comentário:

Postar um comentário