"De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto."
RUI BARBOSA

quarta-feira, 26 de junho de 2013

286- TDAH - Conquiste os professores para que trabalhem com o seu filho, não contra ele.


 
A maioria dos professores fará de tudo para ajudar seu filho. Os leitores de ADDitude nos deram sugestões para conquistar os professores do seu filho para o seu time. Pelos editores de ADDitude.

ADDitude perguntou:

“Como você conquista os professores para trabalharem a favor do seu filho e não contra ele?”

Ø Seja o mais amável que for possível e frequentemente se ofereça para trabalho voluntário na escola. Será difícil para a escola não ajudar seu filho se você for um pai que esteja sempre ajudando a escola. Tara, Washington.

Ø Temos dois adolescentes com TDAH no colegial, e trabalhamos melhor com os professores quando mantemos as linhas de comunicação abertas. Pedimos a assistência deles para lidar com as necessidades dos nossos filhos, e também informamos o que fazemos em casa para ajudar nossos filhos. Pedimos sugestões para nos ajudar a trabalhar juntos de maneira eficaz. Reconhecemos que as necessidades dos nossos filhos requerem um tempo extra e mais esforço deles, e sempre nos lembramos de agradecer. Um leitor de ADDitude.

Ø Eu e o professor trocamos informação, o que nos torna mais próximos. Usamos um cartão de comportamento que vai de casa para a escola e volta para casa, todos os dias. Envio ao professor dicas de ensino de sites da internet que eu acho úteis. Mary, New York.

Ø Penso que cooperar com o professor, sem esperar que ele faça o papel dos pais, seja a abordagem mais eficiente. Ajudar seu filho é um trabalho de equipe. Julia, Connecticut.

Ø Eu cumprimento os professores do meu filho o mais que posso. Isso mantém meu filho e eu no radar deles e lhes dá o tão necessário reconhecimento.

Ø Perguntei ao professor da minha filha o que funciona para ela na sala de aula e uso as mesmas estratégias em casa. Uma leitora de ADDitude.

Ø Reconheço as dificuldades que os professores enfrentam no controle de classes cada vez maiores e demonstro minha apreciação pelos esforços que eles fazem para entender e acomodar minha criança. Doug, California.

Ø Trabalhe para desenvolver um entendimento de seu filho com o professor. Meu filho, estudante do colegial, é inteligente e termina seus trabalhos antes do resto da classe. Seus professores deixam que ele ande pelos corredores para queimar sua energia. Se ele termina o almoço antes dos outros, os tutores deixam que ele vá para a quadra e jogue basquetebol ou que levante pesos. O exercício focaliza o cérebro dele. Amy, Virginia.

Ø Porque meu filho é brilhante e vai bem academicamente, alguns professores se esquecem de que ele estuda muito. Às vezes, uma revisão rápida dos aspectos básicos do TDAH ou do diagnóstico de Asperger ajuda os professores a se focalizarem novamente e serem mais positivos no trabalho em direção a uma solução. Um leitor de ADDitude.

Ø Chamo os professores pelos seus primeiros nomes. Isso quebra a barreira pais-professores e encoraja a discussão aberta e a colaboração. Também agradeço aos professores com obrigados tão frequentemente quanto possível. Karen, North Carolina.

Ø Falar com o professor sobre seu filho no começo do ano ou encontrar-se com o professor para explicar o que funciona para seu filho ajuda muito. Jim, California.

Ø Se o professor sente que estamos todos no mesmo time, ele será mais propenso a se esforçar mais com o meu filho. Em nossa pequena escola católica, temos professores acolhedores e dedicados que trabalham com ele diariamente. Eles sabem que ele está se esforçando. Krista, Connecticut.

Ø Passo e-mails para os professores com resposta positiva. Às vezes, valorizar aqueles professores que aceitam seu filho e encorajá-los dá mais resultado do que tentar mudar um professor que pode não entender o que seja o TDAH. Um leitor de ADDitude.

Ø Eu levo um lanche, geralmente doces ou biscoitos, para todas as reuniões com os professores. Eles gostam e isso faz a reunião ter um bom começo. Sarah, North Carolina.

Ø Levo artigos da ADDitude, que podem ajudar, para os professores. Isso mostra que estamos tendo um papel ativo na ajuda para nossa filha. R., Alberta.

Este artigo saiu no número de verão de ADDitude.