"De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto."
RUI BARBOSA

segunda-feira, 14 de abril de 2014

330- TDAH - O Tratamento Alimentar


Estudos sugerem que mudanças na dieta alimentar podem melhorar os sintomas de hiperatividade, desatenção e impulsividade nas crianças com TDAH. Experimente essas sugestões de menu para o TDAH. Pelos editores de ADDitude

O Tratamento Alimentar do TDAH

Estudos mostram que mudanças na dieta alimentar não somente melhoram os sintomas de hiperatividade, concentração e impulsividade,  como também diminuem o comportamento de oposição das crianças com TDAH. Senhores pais, vocês não estão seguros da maneira de maximizar o uso dos alimentos bons para o TDAH enquanto eliminam aqueles com poder de piorar os sintomas? Leiam adiante para descobrir como tornar a dieta de sua família boa para o TDAH - desde o café da manhã até a sobremesa - com essas sugestões de menus.

O café da manhã para as crianças com TDAH

Um café da manhã rico em proteínas, dizem os especialistas, promove melhor início das atividades de aprendizagem e melhora do comportamento. Por que? A proteína é usada pelo cérebro para fazer os neurotransmissores - substâncias químicas que ajudam as células do cérebro a "conversar" entre si. Para seu menu matinal, tente ovos mexidos com torradas de pão integral; ou manteiga de amendoim natural com pão integral. Evite cereais açucarados, que podem causar picos de glicose no sangue e aumentar a hiperatividade nas crianças com TDAH.

Outro reforço do café da manhã

A combinação de proteínas e carboidratos complexos, que são ricos em fibras e pobres em açúcar, ajudará seu filho a controlar melhor os sintomas do TDAH durante o dia. Os açúcares dos carboidratos são digeridos mais lentamente porque a ingestão conjunta de proteínas com gordura e fibras resulta em liberação mais gradual e sustentada de açúcar para o sangue. Tente essas combinações já aprovadas para o TDAH: omelete vegetal e um bolinho (muffin) com farelo; iogurte com frutas e aveia; torrada com manteiga de amendoim.

Lanches rápidos para o cérebro TDAH

Como os medicamentos tendem a diminuir o apetite, é importante contar cada caloria. Você também vai querer mais proteína (para manter a atenção) e carboidratos complexos (para evitar picos e quedas de glicose no sangue). Lanches rápidos, cheios de calorias para as crianças com TDAH incluem: sopas cremosas ou com queijo, com torradinhas; queijo em fatias, bolachas de água e sal (crackers) e uma maçã; uma banana e manteiga de amendoim.

Almoço e jantar equilibrados para melhorar o comportamento

Quando preparar uma refeição para o TDAH, metade do prato deve ser preenchida por frutas e vegetais, um quarto com proteína e um quarto com carboidrato complexo. Essa combinação de alimentos pode controlar as mudanças de comportamento causadas pela fome, pelos picos de glicose no sangue ou por uma falta aguda de algum nutriente em particular. Além disso, grãos inteiros ajudam a prevenir os níveis altos e as quedas de açúcar no sangue, que podem aumentar a falta de atenção

Opções para almoço e jantar próprios para o TDAH

Enquanto segue as divisões apropriadas no prato, tente servir tantos alimentos aprovados para o TDAH quanto possa em cada refeição: um vegetal verde escuro e um amarelo ou vermelho; grãos inteiros; leite desnatado, iogurte ou queijo; carne magra, peixe, ovos, feijão ou castanhas (por causa da proteína); alimentos ricos em omega-3, como óleo de canola, nozes e peixe de água fria, como salmão fresco.

Sobremesas saudáveis para as crianças

Se o seu filho recusa comida ou se tiver perda de apetite causada pela medicação, use sobremesas para obter as calorias e a nutrição necessárias na dieta dele. Os estudos mostram que dietas com muito açúcar podem aumentar a desatenção nas crianças com TDAH, então, escolha sobremesas menos açucaradas. Eis aqui algumas opções saudáveis de sobremesas: molho de maçã feito em casa, iogurte "parfait" (camadas alternadas de iogurte e de frutas), ou pudim de chocolate feito com leite desnatado.

O que deixar fora do cardápio

Vários estudos sugerem que aditivos artificiais e açúcar podem aumentar a hiperatividade nas crianças com TDAH. Alimentos frescos e não industrializados são a melhor escolha para essas crianças, porque contêm poucos aditivos. Para estar seguro, verifique os rótulos, as tabelas e evite os alimentos que tenham corantes e sabores artificiais, conservantes e excesso de açúcar.

Ainda com fome?

Mais informações sobre a nutrição e o TDAH em
ADDitude magazine (www.additudemag.com) :
Sugary snacks: The Lowdown
Boost Brain Function By Eating More Fish
Fight Back with Food
The ADHD-Friendly Diet
Fish Oil for ADHD
5 All-Natural ADHD Supplements
ADHD Vitamins and Supplements

Veja, também, a postagem 165 deste blog


[Nota: Onde estão os estudos que sugerem essas vantagens?]