"De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto."
RUI BARBOSA

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Dez coisas que você nunca deveria dizer para o seu filho (387)


"No que você estava pensando?", "Você nem está tentando!" Os pais não são perfeitos - todos gostaríamos de não ter falado as coisas ásperas que dissemos. Mas, aqui estão dez frases que os pais de crianças com TDAH, positivamente, nunca deveriam falar em voz alta. Pelos editores e leitores de ADDitude.

Os comentários mais nocivos

As pessoas falam coisas muito insensatas. Os mitos e a desinformação sobre o TDAH não ajudam. As pessoas nos acusam, e aos nossos filhos, pelos comportamentos ditados pela condição, e nós sabemos que isso é errado. Mas, algumas vezes, comportamentos frustrantes podem levar até os pais mais carinhosos a dizer coisas de que eles rapidamente se arrependem. Aqui, nossos leitores compartilham algumas das palavras que nunca deveriam ser usadas para educar uma criança com TDAH - não importa o motivo.

1- "Você é burro"

"Você é de verdade tão burro, preguiçoso e maluco? Pare de ser tão preguiçoso! Você sabe muito bem o quê está fazendo! Quantas vezes vou ter de mostrar para você? Etc, etc, etc." - Renae.

"Burro, bobo, retardado, qualquer coisa que os ataque pessoalmente. "Sempre" é uma palavra que tento evitar. Faço o melhor que posso, mas entendo que, do mesmo modo que meus filhos ficam incomodados, algumas vezes a mamãe também fica. Nós usamos os meus erros como ferramentas de aprendizado". - Kathy.

A baixa autoestima e a vergonha impactam muitas crianças com TDAH, as quais passam os dias na escola lutando para encaixar um bloco redondo em um buraco quadrado. Aumente a confiança das suas crianças com essas dicas.

2- "Eu te amo, mas..."

"Nunca, jamais diga "...mas..." Deveria ser "Eu te amo E não posso te deixar..." ou "Você fez uma escolha errada E eu te amo muito para..." - Elizabeth.

"Sempre faço uma pausa no "mas" porque sei que, no segundo seguinte após sua pronúncia, meu filho recebe toda a carga negativa em seu coração. "E" é uma grande e prática alternativa!" - Jennifer.

"Quando uma criança com TDAH recebe uma gota ou duas de elogio, é como se fosse a chuva no deserto. A criança se nutre dela e se alegra com ela", diz o Dr. Ned Hallowell. Siga algumas dicas para usar o reforço positivo mais eficientemente.

3- "Por que você não pode ser normal?"

"Por que você não pode ser como as outras crianças?" - Trischia.

"Nunca diga: O que há de errado com você?" - Eleanor.
"Nunca diga a elas "Você não é normal". Isso é horrível. Tenho escutado alguém dizendo isso a crianças e fico totalmente revoltada" - Christina.

As dificuldades sociais enfrentadas por muitas crianças com TDAH se originam de um sentimento de ser diferente e de se destacar - de modo não propriamente adequado - das outras crianças na escola. Ensine a seu filho que essas diferenças o tornam interessante e lhe dão habilidades sociais para fazer amizade com outras crianças que apreciarão suas potencialidades.

4- "Se você se esforçasse um pouquinho mais..."

"Eu tento não dizer "Se você somente se esforçasse mais um pouco", e "Apenas preste atenção". Isso não funciona assim com quem tem TDAH - Janet.

"Você nem está tentando!" - Mikala.

"Sempre me perguntaram "Você é tão esperta e talentosa! Por que você não consegue fazer sua tarefa?" Minha resposta sempre era "Não sei" [Acrescente uma longa e confusa conversa, e uma crise emocional, aqui]" - Bridget.

Prestar atenção não é uma coisa que dependa de força de vontade para as crianças e os adultos com TDAH. O controle é feito pela química cerebral. O cérebro TDAH fabrica menos neurotransmissores, como a dopamina, que controlam a atenção e o humor. "Tente mais" não vai mudar isso, mas a dieta e os exercícios podem ajudar.

5- "Tá na cara que você não tomou o remédio hoje"

"Todos, na minha casa, eu incluída, costumávamos dizer "Você não tomou o remédio hoje, tomou?" ou "Nós deveríamos ter te dado o remédio, hoje". Isso realmente machuca os sentimentos da criança, de modo que estamos tentando nos corrigir e parar de fazer assim." - Mandy.

Embora os sintomas do TDAH sejam provocados pela química cerebral, sua criança precisa não se sentir sem poder contra eles. Ensine-a sobre os benefícios físicos e neurológicos de uma dieta rica em proteína e pobre em açúcar, assim como de exercitar-se regularmente e do uso de suplementos vitamínicos.

6- "Eu não desejo um filho com TDAH para ninguém".

"Pior que "Espero que você tenha filhos parecidos com você" é "Não desejaria filhos como você para ninguém". Isso é traumatizante para a criança ouvir. - Rayne.

"Nunca questione a capacidade da sua filha com TDAH em se tornar mãe. Ela gastará uma boa parte de sua vida acreditando que não deverá ser mãe porque não dará conta - Julie.

Justin Timberlake tem isso. Assim como Tatum Channing, Lisa Ling e Karina Smirnoff. De fato, a lista de pessoas  bem sucedidas - e pais - com TDAH é longa. Compartilhe isso com seu filho e desafie-o a atingir as estrelas.

7- "Você deveria se envergonhar".

Eu cresci escutando, "Você deveria se envergonhar de si mesmo". Então eu me envergonhava, e muito, de mim mesmo. Agora, como um Adulto com TDAH eu percebo que ainda estou lutando com a baixa autoestima e a falta de confiança. É difícil superar essas velhas mensagens. - Joy

Calcula-se que, comparados aos que não têm o transtorno, quem tem TDAH recebe mais de 20 mil mensagens negativas até a idade de 12 anos. Eles se vêem a si mesmos como fundamentalmente diferentes e defeituosos, diz o especialista em TDAH, Dr. Ned Hallowell. Ele oferece conselhos para superar a vergonha que frequentemente acompanha o TDAH.

8- "Você é bem como o seu pai".

Nunca, jamais diga "Se eu soubesse que ele obteria a sua custódia, eu nunca teria me casado com seu pai". Eu ouvi isso em um final de semana. Quando os pais se divorciam, é melhor ficarem neutros em relação aos filhos, e evitar falar mal um do outro. - Kimberly

Crianças com TDAH se dão melhor quando suas vidas têm uma rotina previsível e familiar. O divórcio pode ser totalmente destruidor e fazer os sintomas aumentarem como em um redemoinho. Siga algumas dicas para estabelecer um esquema para cada dia, até mesmo para os feriados com o papai.

9- Use o bom humor.

Nunca, jamais ria de coisas irracionais que saiam de suas bocas e que eles achem sérias. Tivemos um filho que sofreu muito com isso e meu marido ainda se sente muito mal por causa disso - Patrice.

Eu acho que uma coisa que os pais nunca deveriam fazer seria brincar com ou fazer do problema uma piada. Isso machuca. E muito - Bob.

O humor não é de todo mal. Utilize algumas dicas para usar o bom humor, para ajudar tanto você quanto seu filho a reduzir o estresse e domar os sintomas do TDAH.

10- "Eu te odeio".

Minha amiga tem um filho com TDAH e, em um momento de frustração, ela disse "te odeio". É realmente difícil para os de fora entender a frustração que o TDAH pode ser. É importante tentar entender que as crianças não podem controlar seu comportamento - Jennifer

Quando meu filho diz "eu te odeio", eu digo, "Você também não é nenhum doce. Vá para o seu quarto e pense sobre por que você está com tanta raiva e, depois, fale comigo quando estiver pronto. Às vezes funciona e eu recebo um pedido de desculpas. - Lor

Fale isso para eles. "Pode ser muito exaustivo, mas eu te amo, não importa o que aconteça" - Kari

Celebramos a singularidade do nosso filho em casa. No quinto ano, ele realmente a aceitou e está feliz com o que ele é. - Melanie.

Naturalmente que eu tenho falado coisas erradas,. Sempre me desculpo e digo aos meus filhos que fiz um grande erro e que vou tentar melhorar. Muito amor e um abraço fazem grande efeito. Todos nós pisamos no tomate, esqueça seu erros e tente novamente, amanhã. - Tracy.


ADDitude

Nenhum comentário:

Postar um comentário