"De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto."
RUI BARBOSA

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

10 grandes ideias erradas sobre o transtorno bipolar (bipolar disorder) (391)

Separe os fatos da ficção conferindo estes dez mitos comuns sobre o transtorno bipolar. Pelos editores de ADDitude.

A verdade sobre o Transtorno Bipolar

Existe uma grande quantidade de desinformação a respeito do transtorno bipolar; muitas delas são perigosas para os que vivem com a doença. Leia a seguir, para saber a verdade e educar-se sobre a doença.

1- "Se você é bipolar, toda alteração de humor é causada pela doença"

É fácil descrever um mau humor como só uma química cerebral bipolar. É uma armadilha em que se cai facilmente - e que pode até mesmo ajudar os pacientes e a família deles a lidar com a doença de tempos em tempos. Mas, na maior parte do tempo, as pessoas com o transtorno bipolar reagem aos eventos diários de modo igual ao de qualquer pessoa - nem tudo é mania ou depressão. Você tem direito aos seus sentimentos. Não acredite que cada repente ou momento de tristeza seja de apenas outro "episódio".

2- "Mania é um sentimento feliz"

Embora a mania possa incluir alguns sentimentos de euforia, isso nem chega perto de toda a história. A mania geralmente é caracterizada por aumento da irritabilidade, raiva irracional e incapacidade de dormir - o que pode exacerbar os sintomas e levar a riscos desnecessários. Durante essa fase, os pacientes relatam sentir que os pensamentos e as ações estão fora de controle, de modo que, mesmo que a mania comece feliz, ela pode se transforma no pior.

3- "A medicação é o único tratamento para o transtorno bipolar"

Embora a medicação seja um tratamento eficaz para o transtorno bipolar, está longe de ser o único. A psicoterapia e a terapia cognitiva comportamental são ótimas para ensinar sobre os gatilhos e ajudar a obter mais controle emocional. Dieta alimentar, exercícios e sono adequado podem também ajudar a manter contidos os sintomas negativos.

4- "Pessoas bipolares mudam da depressão profunda para a mania apavorante diariamente"

Somente uma pequena porcentagem de pessoas com transtorno bipolar sofrem de "ciclagem rápida" - uma mudança diária, ou de hora em hora, entre depressão e mania. Na vasta maioria dos casos, essa mudança demora muito mais tempo - às vezes com semanas "normais" no intervalo. Além disso, nem todo episódio de mania ou de depressão é grave; muitas pessoas, que são diagnosticadas com Bipolar II, sentem uma forma mais suave de mania, chamada hipomania, que pode passar virtualmente despercebida.

5- "Quando um episódio maníaco ou depressivo acabar, o tratamento pode ser interrompido"

Essa não é uma boa ideia. O transtorno bipolar é uma doença para a vida toda - você não vai se livrar dele depois de um episódio particularmente ruim. A meta do tratamento bipolar é estabilizar o paciente ao longo do tempo. Assim, os médicos recomendam continuar o tratamento (medicação e/ou terapia) mesmo que você esteja se sentindo bem.

6- "Há um teste fácil para o transtorno bipolar"

Infelizmente, ainda não. Um teste laboratorial para transtorno bipolar fez algum barulho alguns anos atrás. Mas foi comprovado que não é conclusivo. Ele testa apenas alguns genes que se pensam estarem ligados ao transtorno. Na melhor das hipóteses, ele pode lhe mostrar se você tem uma predisposição genética para a doença - não se você tem a doença propriamente. A imagens cerebrais também mostraram alguma promessa na identificação de padrões cerebrais irregulares em pacientes bipolares, mas os seus resultados estão ainda longe de serem definitivos.

7- "O transtorno bipolar é só uma incapacidade de controlar suas emoções"

O transtorno bipolar não tem nada a ver com controle. Dizer a alguém com o problema para que "se acalme" ou que "se esforce" é contraproducente porque o transtorno bipolar é uma doença mental verdadeira, que não pode ser dominada ou superada sem força de vontade ou ajuda. As mudanças de humor não são uma escolha, e adotar essa visão "livre-se disso" somente causará danos a longo prazo.

8- "O transtorno bipolar não pode ser diagnosticado até a idade adulta"

Até recentemente, o transtorno bipolar era considerado uma doença do adulto, que se iniciava por volta da idade de 18 anos. Entretanto, agora, a comunidade médica reconhece uma condição denominada "Transtorno Bipolar de Início Precoce", que pode atingir crianças a partir de 6 anos de idade. Os sintomas são um pouco diferentes, mas o padrão geral da mania e da depressão é o mesmo.

9- "O abuso de drogas causa transtorno bipolar"

o abuso de drogas não pode causar transtorno bipolar, do mesmo modo que o açúcar não pode causar TDAH. O uso de drogas pode exacerbar os sintomas e tornar mais difícil para o médico o diagnóstico correto, porém as drogas não podem fazer alguém repentinamente se tornar bipolar. Se em sua família há casos de transtorno bipolar, é melhor se manter livre de drogas e de álcool - eles podem lhe afetar mais fortemente do que às outras pessoas.

10- "Depois de diagnosticado como bipolar, diga adeus à sua felicidade"

Não deixe que ninguém o leve a adotar essa visão devastadora. O transtorno bipolar é altamente tratável, e os pacientes que o tenham sob controle podem levar uma vida feliz e produtiva.


ADDitude