"De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto."
RUI BARBOSA

sábado, 10 de novembro de 2012

238- Controle da Raiva Para Crianças com TDAH


Conselho do especialista em TDAH, Dr. Ned Hallowell, para ensinar crianças e adolescentes com TDAH e cheios de raiva a expressar suas frustrações e a prevenir suas explosões violentas. Por Edward Hallowell, M.D.

As explosões raivosas do seu filho com TDAH, por causa das tarefas de casa, de ter de fazer amizades, de sua família, do mundo, estão tinindo em seus ouvidos? Ter discussões e gritar tira o seu sono, perguntando-se: de onde vem toda essa raiva, e como posso ajuda-lo a lidar com ela? Eis aqui duas estratégias que funcionam.
O remédio natural é o exercício. A atividade física desliga a mente do seu filho das causas de sua raiva, ao mesmo tempo em que aumenta os neurotransmissores no cérebro que mantêm o bem estar. Seu pavio já não é tão curto logo após você ter suado bastante. Praticar um jogo de equipe ou ter aulas de artes marciais ou de boxe oferece um benefício adicional: uma criança pode se ligar a um novo modelo de conduta – seu treinador ou sensei.
Muito menos comentado é sobre ensinar uma criança a usar as palavras para controlar a raiva. A linguagem tem um papel crucial no controle da raiva. Quando você usa as palavras, você tem de pensar no que está sentindo em vez de bater. Em resumo, as palavras forçam uma criança a se controlar e pensar melhor nas coisas. As crianças que têm dificuldades com a linguagem agem mais impulsiva e raivosamente do que as que podem explicar como se sentem.
ADDitude - Outono de 2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário