Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto 5, 2010

4- Listas de checagem do TDAH - Sandra Rief

1- O que quer dizer TDA/TDAH?
TDA significa Transtorno de Déficit de Atenção. É o nome que tem sido usado há alguns anos, e que muitas pessoas têm ouvido e associado a crianças e adolescentes que têm problemas importantes nas áreas de atenção, hiperatividade e impulsividade.
TDAH significa Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade. TDAH é o nome oficial que é usado para descrever esta doença. Nos livros e artigos atuais você pode vê-lo escrito como TDAH(ADHD em inglês) ou como TA/TH (AD/HD em inglês). Isso ainda significa “Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade” e inclui todos os subtipos da doença: O Tipo Predominantemente Desatento do TDAH, o Tipo Predominantemente Hiperativo e Impulsivo, e o Tipo Combinado.
Para muitos, o termo TDA não explicava todo o quadro. A principal dificuldade da criança não era a falta de atenção, mas os comportamentos associados à hiperatividade e impulsividade. Atualmente, o termo TDAH é equivocado e confuso para alguns. Há crian…

3- TDAH - Dicas para a sala de aula

Segundo Sandra Rief (2001), especialista em Educação Especial e Recursos de Aprendizagem, algumas condições pré-existentes podem desencadear problemas para portadores de TDAH na sala de aula, essas condições podem ser:
•Físicas: fatores internos como fadiga, fome, desconforto físico etc. •Meio ambiente: barulho, posição da carteira, localização da sala, etc. •Atividade ou evento específico: alguma coisa frustrante, tediosa, inesperada, superestimulante. •Tempo específico: hora do dia, dia da semana. •Demonstração de habilidade ou necessidade de atuação: no comportamento nas relações sociais na produção acadêmica (expectativa de fazer algo difícil, desagradável ou que provoque ansiedade). •Outras: interação negativa com alguém ser alvo de brincadeiras ou provocações etc. Com o objetivo de prevenir problemas na sala de aula, o professor deve procurar alterar essas condições pré-existentes. Algumas sugestões: •Criar um ambiente “seguro”, reduzindo o medo e o stress. •Aumentar a estrutura. •Estabel…