Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 2, 2014

Importância da detecção do transtorno de déficit de atenção e hiperatividade no adulto. (377)

Fernando LópeSeco, Adela Masana-Marín, Elisabet Vilella - Hospital Universitário, Instituto Pere Mata, IISPV. Universidade Rovira i Virgili. CIBERSAM. Reus, Tarragona, Espanha.
© 2014 Revista de Neurología (Espanha)(Cartas à Redação)
Estamos totalmente de acordo com Aragonès et al [1], na necessidade de determinar a verdadeira prevalência desse transtorno na população em geral, mas, também, em populações de risco, como é o caso dos adultos com filhos com o diagnóstico de TDAH. Os autores haviam identificado, em um estudo prévio, uma prevalência do TDAH adulto de 0,04% na Catalunha [2]. 
A prevalência global do TDAH adulto se estima em 3-5% [3]. Em seu trabalho recente, havia até uns 12% de pacientes com possível TDAH. Esses pacientes tinham maior prejuízo laboral, social e familiar, maior nível de estresse, mais frequente comorbidade com transtorno afetivo e consumo de substâncias e um maior consumo de psicofármacos.
Em amostra de 146 adultos com filhos em tratamento para TDAH, em nossos …