"De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto."
RUI BARBOSA

quinta-feira, 18 de abril de 2019

TDAH E TEMPO DE TELA (SMARTPHONE, TABLET, COMPUTADOR) 447


TDAH - Mais tempo de tela = Mais problemas de comportamento em pré-escolares
 Por: Amy Orciari Herman        -       Editado por Richard Saitz, MD. MPH. 
Quanto mais tempo por de tela por dia têm os pré-escolares, maior a chance de que apresentem problemas de comportamento, de acordo com uma pesquisa em PLOS One.
Pesquisadores no Canadá estudaram 2.400 crianças cujos pais completaram questionários sobre o tempo que as crianças gastavam vendo tela quando tinham entre 3 e 5 anos de idade, assim como as avaliações de comportamento na idade de 5 anos.
No total, 1,2% das crianças apresentaram problemas exteriorizados com a idade de 5 anos (por exemplo: desatenção, agressividade) e 2,5% tiveram problemas internalizados (por exemplo: ansiedade, depressão). Em comparação com as crianças que obtiveram menos de 30 minutos de exposição à telas diariamente, as que tiveram mais de 2 horas de exposição apresentaram riscos significativamente maiores de problemas externalizados, internalizados e de todos os problemas de comportamento. Em particular, crianças que tiveram exposição maior do que 2 horas por dia eram 6 vezes mais propensas a apresentarem transtornos de desatenção. O tempo excessivo de exposição a telas também estava associado a aumento de quase 8 vezes de significativos sintomas de TDAH.
Foi observado que maior atividade física parecia proteger contra os problemas de comportamento.